domingo, 1 de maio de 2011

Triatlo Longo Lisboa | 30/04/2011 | Balanço

Parabéns a todos os intervenientes no Lisboa International Triathlon 2011!

Sob condições climatéricas adversas, membros da organização, público e triatletas, contribuíram para um grande evento desportivo, que só não foi mais bem sucedido porque a chuva não o permitiu.

A organização preparou uma prova com muita qualidade, onde se destaca o circuito de ciclismo encerrado ao trânsito e os 3 segmentos a serem percorridos pelos atletas em locais muito próximos, facilitando a logística e proporcionando melhor visualização da prova. Contudo, por cerca de 170€ de inscrição, seria justo e espectável, que os atletas recebessem mais brindes da organização e patrocinadores, wc's em maior número e um lanche final para atletas e organização.

Novidade foi, pela primeira vez, a esmagadora vitória absoluta de um triatleta português, nada mais nada menos, que o melhor triatleta de longa distância do momento: Pedro Gomes.

No que diz respeito à minha participação na prova, começo por agradecer a todas as pessoas que me cumprimentaram, incentivaram e apoiaram ao longos das várias horas e momentos da prova.

Quanto ao desempenho desportivo, tendo em conta o investimento em horas de treino efectuado esta época, até ao momento, as minhas expectativas em obter um bom resultado final, mas sobretudo bons resultados parciais, eram elevadas. Fiz o possível abrandamento do treino, tendo como objectivo uma boa recuperação física e a consequente subida de forma para me apresentar forte e motivado no dia da prova. Por razões que não interessa explicar e tornar públicas - porque vai parecer que estou a desculpar-me -, nem tudo correu tão bem como planeado.

No segmento de natação, se dependesse exclusivamente do fato CAMARO Pro Pulsor , teria feito um notável tempo parcial, tendo em conta a excelente qualidade geral do fato de neoprene da marca austríaca. Mas infelizmente, o fato não se desloca sozinho, e a única coisa que tenho que fazer nas próximas provas é: perder o medo de sofrer a nadar intensamente. Baseando-me na qualidade dos treinos realizados em piscina - bastante superior em relação ao ano anterior -, estou a valer bem melhor do que os resultados alcançados até ao momento.

No segmento de ciclismo, obrigatoriamente, tive que pedalar atrás do irritante, desesperante e habitual prejuízo, para recuperar umas largas dezenas de posições, e nem a chuva, nem uma paragem inevitável para uma longa micção de 1'30", me impediu de fazer os quase 90 quilómetros em cima da bicicleta à velocidade média de 36,6 km/h.



Após uma segunda transição bem mais rápida que a primeira, parti para o terceiro e último segmento da prova, decidido a correr "à caça" de mais uns quantos adversários. E assim foi até à 3ª volta, durante a qual os sinais de alerta internos, me começaram a avisar que algo não estava a ir bem, obrigando-me a reduzir drasticamente o ritmo durante a última volta, e a perder alguns lugares que já tinha conquistado, terminado com algumas dificuldades e com a clara sensação de falha energética.

Definitivamente, e mesmo tendo em conta as condições climatéricas adversas, esta prova não me proporcionou boas sensações, nem bons resultados, contrariando a minha condição física do momento e as expectativas criadas para a participação nesta competição. Mas não sou gajo que se limite a dizer apenas: "Está feito!". Sobretudo quando me esforço nos treinos para fazer bem melhor do que aquilo que...ficou feito. Portanto, tenho contas a ajustar comigo próprio, no próximo Triatlo Longo, em Aveiro e terá que ser muito diferente, para melhor, ou então...


Resultados finais:
1. Natação (1900metros): 34'02", 1'47"/100m;
2. Ciclismo (90 quilómetros): 2h26'49", 36,6 km/h;
3. Atletismo (20,3 quilómetros): 1h26'18", 4'15"/km;
4. Tempo final: 4h31'36";
5. Classificação final absoluta: 37º lugar (558 triatletas à partida e 530 triatletas na linha de meta);
6. Classificação final no escalão 35-39 anos: 9º lugar (130 triatletas);
7. Classificação final absoluta, entre portugueses: 16º lugar (135 triatletas);
8. Classificação final absoluta, entre portugueses, escalão 35-39 anos: 5º lugar (38 triatletas).

16 comentários:

sica disse...

Epá, não te chateies, da maneira que escreves se a coisa não te correr de feição em Aveiro já te estou a imaginar de chicote na mão em auto flageslação.
Be cool, este ano vais voar no desafio do ano.

Triatleta disse...

Calmíssimo sócio!

Mas se não for o primeiro a exigir de mim próprio, quem será?

Autoflagelação, seria pedalar os 90kms sem selim. Chiça penico, isso é que não!

Parabéns pela tua evolução na prova!

Obrigado, boa recuperação e um abraço.

Carlos Diogo Lima disse...

Ola Pedro!
apesar de tudo, e de achares que queres mais, e isso e logico, Parabens pelo resultado! Continuacao de bons treinos e recuperar tambem e treino!!

João Correia disse...

Pedro,

Gostei muito das fotos, mesmo com pose militar e tudo :).
E está decidido; o próximo fato que adquirir será camaro, caramba. Sobre a prova, és um grande atleta, mas amador e isso pesa muito quando a questão se coloca em termos de objetivos competitivos. Quero dizer que provavelmente se tem de dar maior peso à tolerância, mesmo quando somos ambiciosos. Mereces que endereçam os parabéns.
Forte abraço.

Triatleta disse...

Obrigado Carlos e João!

Na prova, apenas pretendia melhores sensações, ou seja, sentir que o ritmo de prova era condizente com o treino efctuado. A melhoria na classificação seria apenas o reflexo disso mesmo.

Sempre fui atleta amador, e o meu objectivo não é ganhar provas com esta idade, mas també sei que está ao meu alcance fazer um pouco melhor.

Um abraço e boa semana.

Paulo Renato Santos disse...

Esta ambição de melhorar é positiva, desde que não leves isso para um plano de frustração!!!
O dia também não estava próprio para pedalar e a natação foi um bocado confusa (muita malta e pouco espaço)
Força!

Triatleta disse...

Obrigado Paulo.

Tento conduzir o assunto num perpesctiva de frustração orientada para a motivação.

Boa semana um abraço.

Ricardo C. disse...

Parabéns por mais um bom resultado alcançado.

:)

Tiago Grilo disse...

Apesar de saber que tens qualidade para melhor, não posso deixar de dar os parabens pela excelente prova. Grande resultado final.
A exigência que tens contigo mesmo é duar de ver, mas é o que dizes: se não fores tu a motivar-te, quem é?
Abraço e mais uma vez o meu Obrigado pela ajuda na intrudução neste mundo do Triatlo

Triatleta disse...

Obrigado Tiago!

Estiveste excelente e a tua Mãe, certamente, estará muito orgulhosa de ti.

Podes continuar a contar comigo para partilhar a minha experiência na modalidade.

Um abraço.

Pedro Brandão disse...

Grande Pedro. Muitos parabéns pela tua prova. Compreendo o sentimento que trazes contigo quando dizes que não te limitas a dizer está feito. Queremos sempre melhor e quando treinarmos para isso queremos ver o nosso trabalho reconhecido na pratica por um tempo melhor e melhores sensações durante o esforço. Mas como atleta experiente que és também sabes que uma existem várias condicionantes, umas que conseguimos explicar outras que nem por isso. Como dizia o outro: "há dias...." Se bem que quem me dera ter dias como tu tens :). A sério amigo foi um grande tempo sejam quais foram as espectativas que levasses. Para um amador como tu e comom a maioria de nós é brutal o esforço e a dedicação que tens de fazer para conseguir isto. Um grande abraço e continuação de bons treinos.

Triatleta disse...

Obrigado Pedro, pelas muitas e sinceras palavras.

Sei o que falhou, mas não sou futeboleiro, ao ponto de avançar com desculpas. Fica totalmente comigo o ónus da culpa.

Sendo um gajo com o nome de Pedro, do signo de Gémeos e com um certa tendência para a esquizofrenia, desta mistura explosiva, até ao IRONMAN de Zurique, só se pode esperar uma atitude de: "Mato ou morro!"

Não pode haver meio termo!

Melhoras para a tua saúde e um abraço.

Hugo Gomes disse...

Apesar de o resultado final ter ficado aquém das tuas expectativas só te posso dar os parabéns pela prova!
Continuação de bons treinos Pedro!
Um abraço!

Triatleta disse...

Obrigado Hugo!

Até Aveiro.

Um abraço.

Luis Novo disse...

Oi Pedro!!
Força nisso!! Vê esta prova como uma preparação em que podes ter percepção e corrigir promenores menos bons!
Ab e até Aveiro

Triatleta disse...

Obrigado Luís!

E se há muito para corrigir...

Um abraço e até Aveiro.