segunda-feira, 12 de junho de 2017

15ª Corrida do Mirante (trail) | Ota, Alenquer | 2017/06/11 | Balanço


Após várias semanas altamente condicionado para realizar atividade física, devido aos pólens e consequentes dificuldades respiratórias e febres, em vez de ficar em casa e realizar um treino caseiro, fui testar a baixa condição física na 15ª Corrida do Mirante, em Ota, concelho de Alenquer.

Na expetativa de concluir o treino-prova no melhor ritmo possível, refreei imenso o ritmo inicial, e mesmo assim foi rápido, optando por seguir quase sempre sozinho, guiando-me pelas sensações do organismo e cumprindo as indispensáveis rotinas de hidratação e alimentação, num dia com elevadas temperaturas.

Apesar de não me sentir completamente a arrastar ao longo do percurso, as dificuldades para subir a correr e descer rápido eram notórias, o que me obrigava a gerir o esforço com cuidados redobrados, para concluir uma prova que, pensava eu e os restantes participantes, teria mais de 23 quilómetros de extensão. Qual não foi o meu espanto quando me avisam que estava quase a chegar à meta, marcando meu relógio menos de 18 quilómetros. Precocemente, terminei a prova, com a sensação de que conseguiria correr os cerca de 5 quilómetros em falta, mas aliviado por não ter que o fazer.

Quanto à organização/empresa de eventos, precisa de aprimorar alguns aspectos (fitas menos espaçadas, placas de divisão das provas, inscrições via email, almoço sentado, classificações e entregas de prémios fiéis à ordem de chegada) e estou um tanto chateado porque paguei 16€ para correr 23 kms e só corri 18 kms. Portanto, quero troco/devolução do que falta!

A partir daqui, vou tentar recuperar o ânimo para treinar regularmente e preparar os próximos desafios. Algo que não vai ser fácil, tendo em conta a aproximação do Verão e das temperaturas elevadas.

Resumo da prova (resultados completos AQUI):
1. Tempo final: 01:45:53;
2. Classificação final absoluta: 10º absoluto (142 atletas na linha de meta);
3. Classificação em M40: 2º lugar .

Por fim, um agradecimento a quem acredita e disponibiliza apoios a um corredor quase a celebrar 43 anos:




» Trilho Perdido Eventos: www.trilhoperdido.com
» Imporlux - Comércio automóvel: www.imporlux.pt
» Silincode - Pulseiras de identificação: www.facebook.com/silincodeportugal
» Banco das Casas - http://www.bancodascasas.com/
» Trilho Perdido Eventos / Imporlux: https://www.facebook.com/groups/351985694964869/?fref=ts
» POLAR V800: https://www.polar.com/pt


segunda-feira, 8 de maio de 2017

6º Enduro Trail | Ribafria, Benedita, Alcobaça | 2017/05/06 | Balanço

O Edurinho Trail da Ribafria foi um endurão! Num formato muito peculiar, disputado em duas classificativas com troços de ligação não cronometrados no início e entre classificativas, foi uma surpresa total, não só pelo dito formato de disputa da prova, mas acima de tudo pelos imensos trilhos altamente técnicos e...duros.

Acautelando os imprevistos, completei a primeira classificativa com empenho parcial, com receio de arrefecer muito à espera da segunda classificativa que seria mais de uma hora após concluir a primeira secção cronometrada. Mais longa e mais exigente tecnicamente, a segunda classificativa foi feita com muito calor, mas consegui gerir bem o ritmo, a hidratação e nutrição, terminando a competição com uma vantagem confortável para uma respeitosa referência do trail running nacional: António Silvino.

Resumo da prova (resultados completos AQUI):
1. Tempo final: 02:16:54;
2. Classificação final absoluta: 1º absoluto (51 atletas na linha de meta);
3. Classificação em M40: 1º lugar .

Por fim, um agradecimento a quem acredita e disponibiliza apoios a um corredor quase a celebrar 43 anos:




» Trilho Perdido Eventos: www.trilhoperdido.com
» Imporlux - Comércio automóvel: www.imporlux.pt
» Silincode - Pulseiras de identificação: www.facebook.com/silincodeportugal
» Banco das Casas - http://www.bancodascasas.com/
» Trilho Perdido Eventos / Imporlux: https://www.facebook.com/groups/351985694964869/?fref=ts
» POLAR V800: https://www.polar.com/pt

segunda-feira, 24 de abril de 2017

I Trilhos de Pina Manique | Manique do Intendente, Azambuja | 2017/04/23 | Balanço


Inserido no planeamento de treinos para o Trail da Raposa em Paredes, desloquei-me até à vizinha e acolhedora aldeia de Manique do Intendente, para participar nos Trilhos de Pina Manique e deparei-me com uma prova com muito boa organização (a rever: as classificações e entregas de prémios), especialmente por ser a primeira edição. 

A temperatura elevada, o piso bastante duro e o percurso tipicamente parte-pernas foram fazendo a seleção natural ao longos dos 23 quilómetros de prova, com pontos de interesse paisagístico muito agradáveis.

Desta vez, apesar de ir sem recuperação e no final de um microciclo de carga média, consegui manter um ritmo sempre constante e acertar em pleno na hidratação e alimentação, e esses foram factores-chave para alcançar um resultado final que me deixa plenamente realizado. Sim, porque o Fábio Fontoura é de outro campeonato e já tinha recuperado e estava no duche quando o pelotão tresmalhado foi terminando a prova.

 A equipa Trilho Perdido Eventos / Imporlux com forte e animada presença




Resumo da prova (resultados completos AQUI):
1. Tempo final: 02:03:00, 23,8km, 5:10 min/km; +D 750;
2. Classificação final absoluta: 2º absoluto (230 atletas na linha de meta);
3. Classificação em M40: 1º lugar (38 atletas na linha de meta).







Por fim, um agradecimento a quem acredita e disponibiliza apoios a um corredor quase a celebrar 43 anos:


» Trilho Perdido Eventos: www.trilhoperdido.com
» Imporlux - Comércio automóvel: www.imporlux.pt
» Silincode - Pulseiras de identificação: www.facebook.com/silincodeportugal
» Banco das Casas - http://www.bancodascasas.com/
» Trilho Perdido Eventos / Imporlux: https://www.facebook.com/groups/351985694964869/?fref=ts
» POLAR V800: https://www.polar.com/pt

sábado, 15 de abril de 2017

IV Trilho das Dores, Abitureiras, Santarém

Caro atleta/Clube,

Dia 24 de Setembro realiza-se a IV edição do "Trilho das Dores".

Temos gosto em informá-lo(a) que poderá consultar o regulamento e inscrever-se, através do site www.trilhoperdido.com.

Poderá ainda consultar o site da prova através do link:

É com a maior das expectativas que informamos que este ano a distância K-35 do Trilho das Dores faz parte do Campeonato Nacional de Trail séries 150, bem como da taça de Portugal de Trail.

Dias 15 e 16 de Abril as inscrições para a distância K-35 do IV Trilho das Dores, são exclusivas para atletas associados da ATRP.
Todos os associados ATRP que formalizem a inscrição nestes dois dias, terão direito a um desconto sobre o valor da inscrição.
Inscrições para todas as distâncias a partir de dia 17 de Abril.
Inscrições a partir das 00:00 do dia 15 de Abril no site www.trilhoperdido.com

Aguardamos a vossa inscrição.

Saudações desportivas

A Organização

segunda-feira, 10 de abril de 2017

IV Cork Trail | V.N. Erra, Coruche | 2017/04/09 | Balanço

O Cork Trail 2017, evento desportivo que decorreu no domingo, 9 de abril, foi, a todos os níveis uma prova de corrida em trilhos verdadeiramente surpreendente, pela positiva. Em Vila Nova de Erra, concelho de Coruche, constatei, uma vez mais que, quando um grupo de pessoas gosta do que faz e está bem organizado, consegue proporcionar uma prova desportiva com elevada qualidade, em particular, o percurso irrepreensivelmente bem marcado e desafiante pelo constante sobe e desce.

Sendo a primeira prova de sempre da Taça de Portugal de Trail LACATONI - ATRP, alinharam alguns dos melhores corredores de trail running nacionais, o que garantiu desde a partida até final um ritmo de prova elevado.  

Perante este contexto competitivo, e tendo em conta que me encontro na segunda semana de um novo ciclo de treino, tendo como objetivo final uma boa prestação no Trail da Raposa em Paredes, a minha estratégia para esta prova passava por perceber rapidamente se me encaixava num grupo ou se teria que seguir a solo para evitar surpresas desagradáveis. Acabou por ser um meio termo até aos 15 kms e depois do Tiago Godinho arrancar fiquei sozinho a gerir bem o ritmo até à meta, concluindo a corrida em 7º absoluto e 1º M40. Apesar da temperatura elevada para esta época do ano, também consegui gerir na perfeição a ingestão de cerca de 30 gramas de gel energético a cada 20-25 minutos e a ingestão de pequenas quantidades (cerca de 50 ml) de água a cada 10 minutos de prova.

Por fim, e tendo em conta os 13 minutos que me separam do primeiro classificado, Luís Semedo, as conclusões a retirar para melhorar os resultados finais são simples. Pois necessito de: 1) mais quilómetros de corrida; 2) treinos com maior qualidade/intensidade na corrida; 3) menos gordura corporal (65kg é o ideal), para melhorar a eficiência em corridas com estas características.


Trilho Perdido Eventos / Imporlux em 2º lugar coletivo no trail curto (13km)

Resumo da prova (resultados completos AQUI):
1. Tempo final: 02:03:29, 23km, 5:22 min/km; +D 800;
2. Classificação final absoluta: 7º absoluto (192 atletas na linha de meta);
3. Classificação em M40: 1º lugar (38 atletas na linha de meta).

Por fim, um agradecimento a quem acredita e disponibiliza apoios a um corredor quase a celebrar 43 anos:

» Trilho Perdido Eventos: www.trilhoperdido.com
» Imporlux - Comércio automóvel: www.imporlux.pt
» Silincode - Pulseiras de identificação: www.facebook.com/silincodeportugal
» Banco das Casas - http://www.bancodascasas.com/
» Trilho Perdido Eventos / Imporlux: https://www.facebook.com/groups/351985694964869/?fref=ts
» Victory Endurance: http://www.fariasbiketwor.pt/product-category/victory-endurance/
» RUNSOX: http://www.runsox.eu/
» POLAR V800: https://www.polar.com/pt

quarta-feira, 29 de março de 2017

II Trilhos de Belas | 2017/03/26 | Balanço

No passado domingo, fui correr os Trilhos de Belas. Bom, por vezes, mais parecia um parque aquático do que um percurso de trail running, o que aumentou substancialmente o grau de diversão, tendo em conta a água, a lama, o frequente sobe e desce e curva e contra curva do belo percurso e digno de uma prova ATRP, numa extensão de 27 quilómetros, com um desnível positivo acima dos 1000 metros.

A minha participação teve vários aspectos peculiares: para manter o equilíbrio entre família, trabalho e treino/competição, encontrei forma de participar na prova; e o mais curioso, prende-se com o facto de o percurso da prova situar-se muito próximo da igreja na qual, em 27 de abril de 2001, casei com a minha esposa.

A nível estritamente desportivo, desde o Trail de Fafe, tenho vindo a treinar com menor regularidade, menos volume e intensidade, o que me levou a abordar a prova com muito calculismo, de modo a realizar uma boa gestão do esforço ao longo de todo o percurso. Tudo bem até ao quilómetro 23, quando pensava que faltavam apenas mais 2 quilómetros para a linha de meta, e nessa fase começo a reduzir o ritmo de prova, a tropeçar em alguns obstáculos e a ver dois adversários a aproximarem-se e por fim a ultrapassarem-me, simplesmente porque ingeri tarde de mais um gel energético, o qual só veio a fazer efeito...depois da linha de meta. Assim perdi o terceiro lugar do pódio, terminando em quinto lugar absoluto e com mais uma lição aprendida e para não esquecer, ou seja, para correr a esta intensidade de esforço, é necessário um gel de 40 gramas a cada 20-25 minutos com 60-120 ml de água.

Resumo da prova (resultados completos AQUI):
1. Tempo final: 02:23:06, 27km, 5:19 min/km; +D 1065;
2. Classificação final absoluta: 5º absoluto (270 atletas na linha de meta);
3. Classificação em M40: 1º lugar (75 atletas na linha de meta).

Por fim, um agradecimento a quem acredita num corredor quase a celebrar 43 anos e disponibiliza apoios:
» Trilho Perdido Eventos: www.trilhoperdido.com
» Imporlux - Comércio automóvel: www.imporlux.pt
» Silincode - Pulseiras de identificação: www.facebook.com/silincodeportugal
» Banco das Casas - http://www.bancodascasas.com/
» Trilho Perdido Eventos / Imporlux: https://www.facebook.com/groups/351985694964869/?fref=ts
» Victory Endurance: http://www.fariasbiketwor.pt/product-category/victory-endurance/
» RUNSOX: http://www.runsox.eu/
» POLAR V800: https://www.polar.com/pt

terça-feira, 21 de março de 2017

III Trail de Almeirim | 2017/03/19 | Balanço

Há dias assim, de sorte, e o inesperado acontece, ou seja, vencer uma prova devido a erros alheios. Foi o que me aconteceu no III Trail de Almeirim, quando cortei a meta e achei estranho colocarem a fita do Restaurante O Forno à minha frente, pensando que seria por chegar em primeiro dos...M40. O comentador da prova veio dar-me os parabéns por ter vencido a prova e achei fora do normal tal acontecimento, visto que o Fábio "Spidermam" Fontoura levava um bom avanço, da última vez que o tinha visto...ao longe. E quando o Fábio compete nas mesmas provas que eu, o segundo lugar em provas locais e regionais (e em muitas nacionais), garantidamente, é para os restantes competidores.

Quanto à prova propriamente dita, devido a acontecimentos familiares recentes, estive na eminência de não alinhar à partida e quando o fiz, o corpo não estava a reagir da maneira que pretendia. Mas como é hábito, fui aquecendo e interpretando as sensações do corpo à medida que percorria os mais de 18 kms de prova. Quando me encontrava a disputar (pensava eu) o segundo lugar com outro atleta, consegui isolar-me num troço do percurso de típico parte-pernas, com constante sobe e desce, e chegar isolado à meta, para ter uma estranha, mas agradável surpresa no Dia do Pai (a triplicar).

O evento estava muito bem organizado pela Associação 20km de Almeirim, com tudo o que é necessário para a logística e serviços (estacionamento, secretariado, wc, duches, partida e chegada, entrega de prémios, expositores, almoço)de uma prova desportiva, concentrados num único local, e o percurso encontrava-se muito bem marcado e com abastecimentos (para quem precisa) em abundância. O único senão, e foi aqui que "por vezes, o azar de uns, é a sorte de outros", foram as placas indicadores da direção para cada prova (18 ou 30 km), as quais, por serem pouco perceptíveis por quem vai com pouco oxigénio no cérebro e muita pressa, necessitavam de abrandamento, aproximação e leitura atenta, para se ter a certeza do caminho a seguir, sem ter que depender de terceiros.

Nesta prova, a equipa à qual orgulhosamente pertenço Trilho Perdido Eventos / Imporlux, esteve muito bem representada com 8 atletas, de tal forma que o Paulo Roque venceu categoricamente o Trail Longo e no escalão M45, e foram alcançados mais alguns pódios individuais através da Teresa Bemfeita, 2ª sénior no Trail Curto e do Miguel Ribeiro, 3º sénior no Trail Curto, além de mais alguns honrosos top 10 absolutos e por categoria.

Resumo da prova (resultados completos AQUI):
1. Tempo final: 01:28:40, 18.4km, 4:46 min/km; +D 640;
2. Classificação final absoluta: 1º absoluto (320 atletas na linha de meta);
3. Classificação em M40: 1º lugar (55 atletas na linha de meta).

Por fim, um agradecimento a quem acredita num corredor quase a celebrar 43 anos e disponibiliza apoios:
» Trilho Perdido Eventos: www.trilhoperdido.com
» Imporlux - Comércio automóvel: www.imporlux.pt
» Silincode - Pulseiras de identificação: www.facebook.com/silincodeportugal
» Banco das Casas - http://www.bancodascasas.com/
» Trilho Perdido Eventos / Imporlux: https://www.facebook.com/groups/351985694964869/?fref=ts
» Victory Endurance: http://www.fariasbiketwor.pt/product-category/victory-endurance/
» RUNSOX: http://www.runsox.eu/
» POLAR V800: https://www.polar.com/pt

terça-feira, 7 de março de 2017

Fafe Trail Run | 2017/03/05 | Balanço

Após o desaire, por culpa própria, no Poiares Trail, a abordagem ao Fafe Trail Run foi extremamente calculista. A tal ponto que o meu posicionamento à partida foi péssimo. Mas esta medida preventiva fez com que fosse evoluindo na corrida e ganhando confiança e com uma boa gestão do esforço e da alimentação, consegui chegar ao final da prova ainda com energia para mais uns quilómetros...mas já não valia a pena.

Na procura das fitas brancas entre o nevoeiro, passei por trilhos extraordinários e por paisagens deslumbrantes, e acredite quem tem a paciência de ler estas linhas: mais de duas horas de prova, apesar do esforço e do desconforto, não custam nada passar, tal o prazer que sinto em correr à solta na natureza.

Outro aspecto fundamental para que a participação nestes eventos seja um pleno de satisfação, é o excelente ambiente entre os elementos da equipa, mesmo quando existem voltas de carrossel na autoestrada. Se estive sempre alegre foi porque existe amizade e a boa disposição entre todos. Podem existir equipas com muito melhores condições materiais, mas este ambiente (que espero que fique para durar) não tem preço!
Apoios:
» Trilho Perdido Eventos: www.trilhoperdido.com
» Imporlux - Comércio automóvel: www.imporlux.pt
» Silincode - Pulseiras de identificação: www.facebook.com/silincodeportugal
» Trilho Perdido Eventos / Imporlux: https://www.facebook.com/groups/351985694964869/?fref=ts
» Victory Endurance: http://www.fariasbiketwor.pt/product-category/victory-endurance/
» RUNSOX: http://www.runsox.eu/
» POLAR V800: https://www.polar.com/pt

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Duatlo de Rio Maior | 2017/02/18 | Balanço

Após a estupidez que me obrigou a desistir do Poaires Trail de domingo passado, sinto-me recuperado, a atestar pela participação no vertiginoso Duatlo de Rio Maior. 

São ritmos extremamente elevados os que se praticam atualmente nestas provas curtas, e não estou preparado, nem quero estar, para estes objectivos de terceira linha.

Mas gostei de regressar de regressar às provas da FTP e estrear a época em representação da SFRAA.

Resumo da prova:
1. Tempo final: 00:57:28;
    1.1. Corrida, 5100 metros: 00:18:01;
    1.2. Ciclismo, 18000 metros: 00:29:44;
    1.3. Corrida, 2300 metros: 00:08:14;
2. Classificação final absoluta: 65º absoluto (207 atletas na linha de meta);
3. Classificação em veteranos 1: 4º lugar (25 atletas na linha de meta);
4. Classificação por equipas: 13º lugar (30 equipas classificadas);

Apoio da SFRAA - Sociedade Filarmónica de Recreio Artístico da Amadora.

Mais informações em:
http://www.federacao-triatlo.pt/





Obrigado pela leitura.

Mexam-se pela vossa saúde!

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Poaires Trail | Vila Nova de Poiares | 2017/02/12 | Balanço















Desisti no Poiares Trail! Não é a minha forma de estar no desporto, nem na vida. Mas por uma questão de segurança e preservação da integridade física, foi a opção mais sensata, perante o estado de saúde do momento.

Os erros, neste caso, de nutrição, pagam-se caro e trouxe desta prova um banho de humildade, e uma lição a estudar para o futuro.

A preparação física e mental foi adequada para uma prova duríssima em termos de altimetria e traçado, com muita lama e piso escorregadio, por acção da chuva, a dificultar ainda mais dificultar a progressão no terreno.

Após este desaire, não posso garantir que regressarei mais forte no Fafe Trail, mas se correr conforme os meus planos, farei o que estiver ao meu alcance para me colocar no lugar que acho que está de acordo com as minhas capacidades do momento.

Uma palavra de agradecimento às minhas amigas e amigos da equipa, em especial ao Miguel Ribeiro, pelo apoio disponibilizado e pelo ânimo transmitido, mas também por conseguirem concluir este enorme desafio.

Poiares Trail: uma prova por acabar, uma lição a aprender!

Apoios:

» Trilho Perdido Eventos: www.trilhoperdido.com
» Imporlux - Comércio automóvel: www.imporlux.pt
» Silincode - Pulseiras de identificação: www.facebook.com/silincodeportugal
» Trilho Perdido Eventos / Imporlux: https://www.facebook.com/groups/351985694964869/?fref=ts

» Victory Endurance: http://www.fariasbiketwor.pt/product-category/victory-endurance/ 
» POLAR V800: https://www.polar.com/pt
» RUNSOX: http://www.runsox.eu/