domingo, 20 de março de 2011

Triatlo de Alpiarça | 20 de Março de 2011 | Balanço final

Está feito o primeiro Triatlo da época de 2011. Um dia fantástico, com Sol e temperatura muito agradável, permitiu aos mais de 400 participantes no conjunto das várias provas, a participação tranquila, do princípio ao fim, sem ameaça de chuva e frio, condições essas sim, trariam muito perigo para os triatletas.

A Câmara Municipal de Alpiarça e a Federação de Triatlo de Portugal, organizadoras deste evento desportivo, criaram as restantes excelentes condições para que cada participante pudesse concluir a sua prova em segurança e desfrutar do prazer de praticar Triatlo.

Numa prova muito disputada, com a presença dos melhores atletas portugueses, alguns triatletas russos e brasileiros, e também espanhóis, venceu em termos absolutos o beneditense João Silva (SCP), não sem antes Bruno Pais (SLB) ter tentado chegar primeiro à meta, relegando para o terceiro lugar o riomaiorense e atleta olímpico, Duarte Marques, em representação do clube local, "Os Águias de Alpiarça". No sector feminino, Anaís Moniz (SLB), num regresso vitorioso, distanciou-se bastante das restantes adversárias.

Pela minha parte, estava na expectativa para saber o que iria render o meu investimento em termos de horas de treino na natação. Efectivamente, e sem querer publicar uma série de factos que se serviriam plenamente para justificar (mais) uma prestação menos conseguida no segmento de natação, o tempo final, em comparação com desempenhos anteriores - antes assim que pior -, é idêntico ao da época passada, tendo como referência, não só o tempo parcial deste segmento na prova de hoje, mas também a distância para alguns adversários, com quem tenho o hábito de comparar resultados.

Depois de me livrar de um meio adverso, obrigatoriamente, tive que pedalar atrás do prejuízo, e num esforço praticamente a solo, recuperar o máximo de posições (cerca de 120) possível no segmento de ciclismo, mas sempre a pensar que ainda faltavam 5 quilómetros a pé em terreno misto.
No terceiro e último segmento da prova, apesar da muita fadiga acumulada no ciclismo, ainda conseguir ganhar algumas posições, sendo apenas ultrapassado por 2 adversários.

Nem de perto, nem de longe, estas provas fazem o meu género, sobretudo devido à actual dificuldade em atingir níveis de esforço extremamente elevados em distâncias tão curtas. Por outro lado, a minha actual motivação está direccionada para provas mais longas, onde cada atleta realiza o seu esforço a solo, portanto, sem a interferência de pelotões durante o segmento de ciclismo.

Para terminar, em termos de logística, uma prova sprint como a de hoje, obriga-me praticamente à mesma preparação e esforço, se comparar com uma prova longa. No entanto, o prazer em realizar esta útlima, é incomparavelmente superior, quer pela sua duração, quer pelo facto de saber que, sem grande interferência de terceiros, sou apenas eu, o meu esforço e um percurso a percorrer .

Resumo:
1. Natação (0,75 kms): 13:29 (196º tempo parcial);
2. Ciclismo (20,0 kms): 32:53 (37º tempo parcial);

3. Corrida (5,0 kms): 17:47 (47º tempo parcial);
4. Tempo final: 1:04:10;
5. Classificação final absoluta: 67º lugar absoluto (378 triatletas na linha de partida e 373 triatletas na linha de meta);
6. Classificação final no escalão sénior: 17º classificado (126 participantes).

Informação detalhada no site da Federação de Triatlo de Portugal

Agradecimento: Paulo Pitarma e Paulo Sequeira, pelas fotos.

Próxima prova: Campeonato Nacional de Duatlo (Sprint) de Montemor-o-Velho, 3 de Abril de 2011.

7 comentários:

João Correia disse...

Balanço positivo, eu acho. Pedalaste muito próximo dos 40 kms/hra e a corrida está bem e recomenda-se.
Um abraço, Pedro.

Jordão Alves disse...

Parabéns, essa bike tem andado a fazer muitos km de certeza, grande tempo na bike... se não participar pelo menos devo ir ver a prova de Montemor até la continuação de bons treinos...
Abraço.

Triatleta disse...

Obrigado João e Jordão!

Sim, balanço positivo.

Mas, uma das virtudes/defeitos do ser humano é: a ambição. :-)

Jordão, desde Outubro de 2010 até 20 de Março de 2011, não tenho mais de 3500kms em bicicleta: é a verdade!

Um abraço e bons treinos.

Paulo Renato Santos disse...

Saímos ao mesmo tempo da água, mas nem te vi :-)
a partir daí era mesmo impossível, contigo a voar desta forma!!!

Triatleta disse...

Por mim, só estava a tentar ver como sair da água o mais rápido possível...depois de 195 adversários :-S

O resto tu já sabes.

Um abraço.

Nuno Miranda disse...

parabéns , se fosse mais uns kilómetros de bike ainda melhoravas mais o teu resultado mas acho que foi muito positivo .
um abraço

Ricardo C. disse...

Uma boa prestação.
Parabéns :)