quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Não desperdicem tempo das vossas preciosas vidas

Ultimamente, três frases com algo em comum, circulam velozmente na minha cabeça sem encontrar a porta de saída. Pensei em como libertar estes três conjuntos de palavras que me magoam, ofendem e revoltam, pelo seu teor, o qual resume uma das mais negativas características da sociedade portuguesa: a inveja. As três frases são: “quem pode, pode”, “tu é que tens uma vida boa” e “o Triatlo é para quem tem guito”.

Arriscando expor neste espaço parte da minha intimidade, certo é que estou farto de “anões” e, sem mais rodeios, vou aqui deixar uma extensa lista de “ingredientes” – que até pode vir ser actualizada -, para todos os que quiserem “cozinhar” um percurso de vida, relativamente bem sucedido, a nível pessoal, sentimental, desportivo, familiar e financeiro.

Com base na minha experiência de vida, ou seja, nas opções que tomei até ao momento, as minhas sugestões são:
1. Estudar durante 15-18 anos, até adquirir a desejada formação académica superior;
2. Praticar a modalidade desportiva de competição que se gosta, com muita regularidade e empenho, esforçando-se por melhorar algo todos os dias;
3. Procurar fixar-se num emprego/profissão que se goste, trabalhando diariamente de forma honesta e empenhada para se evoluir e, assim, tornar-se num bom profissional, respeitado pelos seus pares;
4. Namorar e casar com a pessoa que realmente amamos e nos ama, construindo uma relação sólida, com respeito mútuo e apoio diário ao longo dos anos;
5. Procriar, não porque fica bonito perante a sociedade, mas pelo desejo de colocar no mundo um ou mais seres humanos amados e educados;
6. Não desperdiçar qualquer tempo e dinheiro em vícios (tabaco, álcool, drogas, bares, discotecas, jogo e p_ _ _ _ ).
7. Por último, não invejar a vida alheia. Sobretudo porque a minha já me dá tanto que pensar e fazer.

Parafraseando um grande senhor da cultura portuguesa, recentemente falecido, de seu nome, Raul Solnado: “Façam o favor de ser felizes!”

6 comentários:

david caldeirao disse...

Mainada.....
I'm in!!! ;-)
abraço,

Triatleta disse...

Pois é, temos que afastar as melgs que nos incomodam.
Guadalajara, aí vamos nós!
Abraço.

joao rita disse...

Quem fala assim não é gago !!! como diz David I'm too

http://www.estremoztriatlo.blogspot.com

Triatleta disse...

Sim, sim, e ainda dou estes conselhos de borla.
Vão lá ao psicólogo e vejam quanto custa. :-D

Mark Velhote disse...

Viva Pedro,

Acho que todos temos estes "anões" ou parasitas , como lhes prefiro chamar, à nossa volta.

Também encontro muitos que gostam de criticar quem faz algo que eles gostariam de fazer, mas não conseguem enquanto estão sentados no sofá.
Ignorá-los é a melhor solução. A outra é dar-lhes dois bananos. :D

Abraço

Triatleta disse...

Mark,
Tenho 2 problemas: não consigo ignorar essa gente, mas também não posso, nem devo, dar-lhes "2 bananos", porque isso iria sai-me muito caro.
Acho que é por estes motivos que ainda vou tendo paciência para responder a essa gentinha infeliz.
Se eu for à Maratona do Porto, avisar-te-ei.
Um abraço.